sábado, 31 de julho de 2010

Amar, verbo transitivo ou intransitivo?


Eis então uma pergunta, não de difícil definição segundo a gramática escolar. O que fazer então?
Segundo meu grande consultor em língua portuguesa e guru do amor nas horas vagas, quem ama, ama algo ou alguém, porém, quem tem amor dá à alguém, para alguém constando então, preposição tornando-o um verbo transitivo. Precisa do complemento.
Precisa do outro pra tornar aquela ação compreensível.

Misturando gramática e situações reais advindas de minhas experiências, vividas ao longo desses vinte e poucos, podemos partir pro lado emocional.
Amar é então inquestionavelmente transitivo pois precisa de "alguém". Precisa de ter alguém pra receber a ação tão gostosa que é amar.

Sim, é isso mesmo.
Mas ele bem que poderia ser intransitivo. Quem ama, ama e ponto.
Não deveria de essa de "quem" se ama. Não precisaria de referencial.

Poderia ser uma linda frase e completa ao meu ver, "eu amo."
Simples, completo. Intransitivo.

Talvez a gramática, sabendo das tendências solitárias da humanidade decidiu então dar essa ajudinha na hora de "amar."

Ela disse, expressamente, quando se ama se diz "quem ama".

Então tá senhora, eu amo alguém.

é, transitiva.


Vai de mim, transitivando pra você.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Quando eu era desse tamanho...


Minha mãe me obrigava a comer legumes e verduras. Isso continua valendo pros dias de hoje, não mudou muito com o passar do tempo.
Ela continua dizendo que "moças bonitas na tv comem de tudo". Pobre mãe que viveu em época em que a tv ainda passava algo de bom. Onde programas eram repletos de musica brasileira e não de crianças com roupas coloridas tentando laçar a moda dos "bi-sexuados".
Minha mãe também insistia em manter meus cabelos grandes e loiros mas eu como boa rebelde, cortava o mais curto possível.
Mãe, foi seu aniversário dia 27. Disse que te amo, sempre amei mesmo dizendo que você nunca entendia nada. Desculpa por ser a rebelde sem causa que mais te deu trabalho, aposto.
Nessa idade onde a maldade não reina, brincar era a única coisa que eu me preocupava. Brincava sozinha mesmo, andando de bicicleta em estacionamentos vazios, brincava de subir em árvores e de fazer casinha com lama.
Tive ainda boas lembranças de uma casa na árvore, onde dormia feliz.
E agora que já sou "grandinha"como dizem, que faço as escolhas mais erradas que antigamente. Que tenho que arriscar mais, e que não tenho mãe ao lado pra me tirar do sufoco. Não brinco mais, nem imagino nada como antes.
Desejo apenas que meus filhos cresçam bem, nesse mundo mais corrompido que antes e mais poluído também. Espero que tenha um jardim com mangueiras e goiabeiras pra eles brincarem.
Uma horta pra comerem brotinhos de cenouras.

Quando eu era pequena achava que ia ter a família perfeita. Hoje eu tenho esse poder.
Posso fazer minha família perfeita.


aliás, podemos fazer a família perfeita.


agora percebo como, felizes para sempre, ficou mais perto.

Você me diz que tudo está bem mas sinto pela sua voz que não está.
Eu me cobro entender, me cobro aprender e assim melhorar.
A um certo tempo você disse que gostava dessa bagunça que eu sou...
E hoje isso não é tão agradável mais.

Meu ciume sem medida e infantilidade em me relacionar me levam a conclusão de que você merece alguém mais estável. Sinceramente.
Mas não venha a pensar que uso isso como desculpas, eu te disse ontem e vários dias antes que eu não vou te deixar.

Você entende essa coisa que temos, você consegue ver como eu vejo.
Você entende como é estar ligado com alguém por algo mágico. Algo que ninguém vai conseguir quebrar. Sempre disse que somos perfeitos, juntos. Somente juntos.







Saber amar, é saber deixar alguém te amar.


Eu deixo então, você me amar.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Existe cura mesmo?

Eu preciso tentar entender as coisas, sentimentos e pessoas. Eu só preciso entender, não preciso exatamente estar no meio disso.
Gosto de saber o por que das pessoas se gostarem e o que acontece quando o amor some, como se fosse uma tinta sendo aos poucos diluída.
Eu dilui as minhas cores, meus sentimentos e sonhos. Alguns dizem que fiz isso por estar com medo, outros dizem que é por eu sempre querer controle de tudo.
Sinto muito, eu não entro em briga que não vou ganhar.
Eu gosto um tanto dele, mas o tanto já nem sei mais.

As vezes é tão grande
As vezes eu procuro bem no fundo.


Alguém sabe a cura pra síndrome de mudança súbita de sentimentos?




... isso é, se existir cura, ?





"sinceridade em um relacionamento não é o mais importante. O mais importante é a bondade.
Sinceridade em alguns casos chega a ser maldade."
Felicity




Eu era a princesa do castelo no alto da montanha. Você era o príncipe perfeito. Até que eu fiquei doente, e essa doença sem cura vem destruindo a gente pouco a pouco.
Dizem que sacrifício é a saída.
Você insiste em perdão.

E eu, acredito em que?

quinta-feira, 22 de julho de 2010

É um estar-se preso por vontade
É servir a quem vence, o vencedor
É um ter com quem nos mata lealdade
Tão contrario a si é o mesmo amor...




Se você ama alguém ao ponto de mudar por ela, ao ponto de querer ser melhor pra tentar fazê-la feliz. Fique feliz, você tem alguém pra amar, pra dar carinho e atenção.
Felizes são aqueles que vivem um grande amor mesmo sendo esperado um fim.
Cada fim é um capitulo novo na vida, só mais uma historia pra contar pros netos.

Você pode até achar que vai morrer quando o fim chegar, ou que nunca mais vai amar outra pessoa. Mas fato é, enquanto houver amor pra dar ,você sempre conseguirá ter algo de bom.
Sempre vai poder recomeçar seu final feliz.

Nós lemos tanto livros de romance, imaginando se acontece na vida real, e desejando que aconteça mesmo que acabamos ficando cegos pras coisas mais simples, pra amores mais reais.
Com isso nos entregamos a infelicidade de nunca achar nada suficiente.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Você inventou sua fórmula pra me amar. Sempre regrado e em uma planilha onde você vai marcando um "X" no que vai sendo feito.
Me atrevo a contestar, formula pra amar não há.
ninguém consegue sentir amor quando acorda e des-senti-lo ao dormir.
Ninguém consegue desligar um coração.

Eu disse muitas vezes que eu era sentimental demais, exagerando em tudo. Fazendo da sua vida uma confusão. Mas você diz amar essa bagunça que eu sou... esse caos.
Eu não amo essa confusão.

É sempre tão difícil achar algo fixo dentro desse furação.

Mas meu bem, a gente tá junto por que mesmo?



"Eu só aceito a condição de ter você só pra mim
Eu sei, não é assim, mas deixa eu fingir e rir."
Los Hermanos

terça-feira, 20 de julho de 2010

Pesadelos ou sonhos.

Quanta saudade dentro de mim. Seria quase impossível ter tanta coisa dentro do peito, mas como está acontecendo, está se tornando rotineiro.
Os sonhos voltam a ser estranhos e intensos. Desta vez sonhei que estávamos em um hotel (Eu, Enri e alguns amigos...) quando de noite as pessoas da cidade ficaram na frente do hotel dizendo pra voltarmos pra casa, porque não éramos iguais. Era estranhos e eles não gostavam de pessoas estranhas. Eu lembro de ter puxado o Enri pra uma porta que dava pra um corredor escondido do hotel. Ele não queria fugir. Mas eu sabia que se a gente continuasse ali, iriam nos matar. Então não soltei sua mão e continuei puxando.
Não tínhamos pra onde ir.
sai correndo por um campo estranho e vi alguns amigos correndo também pro alto de uma colina.
Nós corremos pra lá e conseguimos pegar um avião.

Dai eu nem sei mais o que aconteceu, acordei.

Preciso urgente do meu remédio, meu amor dormindo comigo e fazendo os pesadelos irem embora.




Luv, volta logo, aqui está assustador.


=/

domingo, 18 de julho de 2010

Sem graça.


Hoje acordei assim, meio sem graça. Desbotada de minhas cores naturais e das adicionais também.
Não sei ao certo o ponto chave de ter ficado assim.
Mas tive um sonho, talvez perturbador.
No sonho, eu morava em uma grande casa, ela tinha dois andares. Eu ouvi alguém me dizer que eu tinha que fechar as janelas por que de noite era perigoso. Então sai fechando tudo, com medo.
Quando eu fui fechar a porta principal era tipo um quebra cabeças, eu fiquei irritada por que estava chovendo.
Depois de fechar a porta, fui pro segundo andar. Já estava bem escuro. Tinha uma cama e um sofá branco.Eu me deitei mas logo escutei alguém me chamando no andar de baixo. Eu não conhecia ninguém. Elas estavam com medo, fugindo de algo, eu abri a porta. E acordei.

Perseguição e medo.

Eu nunca gostei de muitas janelas em casa. Principalmente viradas pra frente da casa. Na verdade eu nunca gostei de nada muito "aberto".
Eu to ficando doente acho. Quando saio de casa, sempre vejo as mesmas pessoas e começo a imaginar que elas estão me olhando, decorando minha rotina pra poder fazer algo comigo.
Isso é inevitável pra mim. Pensar essas coisas.

Se alguém souber como superar isso, me avisem.
Isso é ruim.

Muito ruim...


Odeio ficar sozinha.

































volta logo, amor.






Mais uma vez, exagerando.


e exagerando


...

Desde pequenina imaginava uma vida agradável mesmo com tantas coisas me mostrando o contrário. Imaginava encontrar meu príncipe, ser médica, ser uma modelo e ainda ter filhos lindos que vão ser exemplos de pessoas.
Mas com o passar do tempo a realidade me foi imposta de forma nada gentil.Com isso, desisti. Comecei a levar então uma vida sem sonhos, típica sem graça. Era sempre na média pra mim. Eu não me esforçava o máximo, só o suficiente já me bastava.
Durante muito tempo me entreguei ao fracasso, ao desânimo e claro, a humilhação de nem tentar.
Mas hoje, uma pessoa acredita em mim. Essa pessoa disse que não gosta de me ver desperdiçando coisas boas. Eu sei que ela diria isso pra qualquer outra na minha situação, foi um ato sobretudo de bondade. Mas sou grata, poderia ter falado pra qualquer outra, mas foi pra mim que fora dedicada a atenção e preocupação.
Muita gente diz não se importar com opinião alheia. Mas todo mundo se importa. Sempre se esforçando pra fazer alguém ter orgulho.Você pode se fazer de forte mas quando alguém te coloca pra baixo, é antes de dormir que você lembra e chora.
Hoje, estou mais determinada em retomar meus sonhos, em tentar realiza-los me importando mais com a opinião de pessoas que eu amo de verdade e deixando pra trás velhos fantasmas de reprovação.
Se tudo isso de ruim que aconteceu foi necessário pra me tornar mais forte, vou mostrar o resultado agora.

Vida, só existe uma.

Façamos valer a pena.


ps:hoje, tenho um príncipe.

sábado, 17 de julho de 2010

dezessetedo7


I'll watch the night turn light blue, / Eu vou assistir à noite ficar azul claro,
But it's not the same without you, / Mas nao é o mesmo sem você,
Because it takes two to whisper quietly, / Porque precisa-se de dois para sussurrar baixinho,
The silence isn't so bad, / O silencio não é tão ruim,
Till I look at my hands and feel sad, / Até eu olhar para as minhas mãos e me sentir triste,
Cause the spaces between my fingers / Porque os espaços entre os dedos
Are right where yours fit perfectly / São bem onde os seus se encaixam perfeitamente.



Como posso começar essa postagem hoje?
Ano passado, dia 17 do sete, nos conhecemos.Você era meu melhor amigo, meu neRd preferido em meio aos fakes. E sabe, no fundo eu sempre soube que ia te roubar pra mim.

E roubei.
1 ano que demos nosso primeiro beijo. 1 ano amor.
Mês que vem será um ano de namoro mas, já comemoro!Estou feliz ao seu lado, feliz mesmo. Não é feliz tipo comi doritos com coca-cola, é feliz que nem saber o que fazer com essa coisa mexendo por dentro.
Algumas pessoas dizem sentir borboletas no estômago quando dão o primeiro beijo ou quando se apaixonam... acho que me apaixono todos os dias, essas borboletas nunca me deixam.
Então minha abóbora,meu batata e amoeba. Eu nem sei o que estaria fazendo hoje se você não tivesse aparecido.
Obrigada por ter me feito estudar, comer verduras e peixe as vezes.
Obrigada por ter deixado a Neve vir pra cá.
Obrigada por comer minha comida e dizer que é boa.
Obrigada pelos copos de toddy


e tudo o mais.
Obrigada.

É você, Enrico, quem me faz acordar todos os dias, não somente por me abraçar apertado ou abrir a porta pras gatas, mas por me fazer sentir amor... somente amor.

=)

Te amo.

e que venham mais Verões!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Cantada barata de revista.


Veja só que estranho, os livros mais empoeirados são os dos meus sentimentos!
Me nego o prazer do desespero e rejeição. "Já que vão me rejeitar eu me rejeito antes."

Eu poderia guardar meus sentimentos, naquela caixa que fica em baixo da cama. Mas pensando melhor, do que vai me adiantar?Esconder algo pra sentir tempos depois, quando não vai ser mais necessário...
Prefiro sentir na hora.

Algumas chances novas.
Algumas mudanças.
Alguma coisa necessária.


Minhas mãos tremem e eu não consigo falar, você está perto demais, posso sentir sua respiração. Não consigo nem mesmo olhar em seus olhos, tão perfeitos.Eu só queria ter coragem pra dizer, só algumas coisas bobas que você não vai entender.
"É você quem faz as cores da minha palheta que eu uso pra desenhar meus dias
É você quem faz o chocolate não ter graça comparado a um beijo seu
É você quem faz as minhas lágrimas rolarem de alegria
É você quem faz minhas bochechas ficarem vermelhas
É você quem me traz carinho, amor e amizade
É você meu amor.
E mais uma vez sendo tão melosa posso repetir o que te disse ontem por msn.
Eu sei meu bem, a medida exata da sua íris
Eu sei do jeito que você pisca ao jeito que você se arrepia
Eu sei ainda quando você está sendo sincero ou somente gentil
Eu quero mais, saber mais de você porque eu quero que você conheça tudo de mim.
Ah amor, se eu pudesse escolher de novo, você tem duvidas que escolheria o que temos agora?
Ah amor, não deixe isso se perder por problemas do dia dia, essa vida corrida que engole o que tanto tentamos mostrar de bom.
Eu te amo e ponto.

Ficou bom?"




é Meu neRd, isso é pra vc.

*vergonha*

terça-feira, 13 de julho de 2010

Ponto do meu i.

As vezes é a sua respiração descompassada que me faz ter certeza. Muitas vezes é o seu abraço que me faz sentir calor e quase sempre as únicas verdades que digo são que te amo e que te quero.
Não sou tão desinteressante assim, eu acho. Tenho meus defeitos e problemas, quase sempre te lembrando que eu durmo na beirada da cama quando você me empurra.
Eu amo seu olhar superior e aquela sua piscadinha boba quando concentra em algo. Ou até mesmo quando você fica com preguiça mas levanta pra fazer o que eu peço.
Eu te amo assim.
Ou de qualquer jeito.E descobri isso esses dias quando sonhei com você dizendo que não viajaria.
Acho que nossa ligação é profunda demais, aquela coisa de espírito. Que a gente não entende muito bem mas vive muito bem!
Se eu disser que te amo você não vai rir certo?

Pois então, segura minha mão com meu mindinho sobrando e seja o namoradoquasenoivo perfeito.

Eu te amo, Nariz de batata,Eu te amo.




"Enquanto você olhar pra mim assim, eu estarei feliz.
Continue amor, continue."

Trechos


I want so much to open your eyes
´Cause I need you to look into mine
(Snow Patrol - Open your eyes)


Oh well I don't mind
If you don't mind
'Cause I don't shine
If you don't shine
(The Killers - Read my mind)


You are the only exception
(Paramore - The only exception)

"When the rich wage war it's the poor who die"
(Linkin Park - Hands Held High)

E você?
Você é o motivo
Do meu amanhecer
E a minha angústia
Ao anoitecer
(Legião Urbana - Amor Platônico)

Afinal, amar o próximo é tão demodé.
(Legião Urbana -
Baader-Meinhof Blues)

segunda-feira, 12 de julho de 2010

A verdade como ela é.

Era um dia normal, como sempre estava voltando pra casa.Pensando nas coisas boas que aconteciam e tentando manter sentimentos bem distintos. Hoje havia sido um dia conturbado mas agora eu só pensava em chegar em casa e ligar pra ele.Quando fui me aproximando de casa notei então alguém sentado na calçada me olhando subir na rua.Sorri inevitavelmente. Mas ele não sorriu.
Se levantou e veio ao meu encontro.Era estranho quando ele ficava sério.Eu nunca sabia exatamente o que ele estava pensando e isso me assustava.Nos olhamos por uns momentos, ele era lindo e isso me fazia perder o ar.Ele gentilmente pegou minha mão,deu um beijo de leve e em seguida beijou meu rosto. Inevitavelmente sorri, sorri boba. Ele segurou meu rosto e disse:
-Vou sentir falta disso. E em seguida sem mais nem menos ele me beijou, beijo forte e apertado.
E na minha cabeça só pulsava a frase dele, "como assim?!como vai sentir falta disso?!!". Demorei um tempo pra voltar ao normal com o final do beijo.Minha respiração descompassada era alta, comecei a sentir vergonha disso.Recobrei minha sensatez e então perguntei rispidamente:
-Como assim?Você vai sentir falta disso???

Especialmente com você.

Somos o que dizem nossas mães, meio desastrados e desligados. Deixando aquela bagunça estranha no canto do quarto mas, também somos bons e alegres, bonitos (opinião de mãe como sempre.) e sonhadores.
Ah, e por falar de coisas e boas e sonhos eu posso dizer que não me arrependo de ter sonhado tanto com o amor perfeito, ter chorado tanto por me sentir sozinha. Toda essa luta desde minha infância foi pra fazer o hoje ter mais valor, ser mais doce.
Tenho uma vida tranquila depois de muito custo, 2 gatinhas bagunceiras e um amor perfeito.
Aquele tipo de amor que mima e que alegra e além do mais, é lindo.







"E-Você me acha muito grudento?
R-Sim você é meu chiclete.
E-Mas é porque eu quero te fazer ter certeza que te amo,não deixar nenhuma duvida."


é, tem como não amar?

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Possibilidades de ganhos.

"Então avise quando meu coração parar, você será o único a ouvir..."

Engraçado , quando você quer ser independente e não consegue.


Liberdade, não se atar a nada que não lhe agrade.

Hoje esse texto está mais alerta que nunca.Tentando fazer pessoas que estão adotando a solidão mudar um pouco de ideia.Provavelmente o que eu vou falar todo mundo já leu em alguma revista ou na internet, nessas coisas de "ciência do amor" mas,fato é, não existe tal coisa.
Não existe o par perfeito, pelas medidas anatômicas ou signo e alinhamentos.Existe o par perfeito quando se deseja ser perfeito pra outrem também.
Atualmente as pessoas não estão dispostas a sacrifícios, julgam isso, desnecessário.Estão mais dispostas a se entregar a solidão do que tentar abrir mão do problemático Orgulho.
Por experiência própria, morando com uma pessoa desde de Fevereiro, posso dizer que nem tudo são flores. Todos os dias eu me lembro dos momentos bons e de uma frase que me ajuda sempre, ela diz: "Não se paga os maus momentos com os bons".
Simples, não deixe que uma onda mais forte afogue as lembranças agradáveis. Uma pessoa importante certa vez fazendo uma analogia com um copo de suco disse: "Quando você encontra algo agradável, você aprecia o máximo que der por que ,futuramente, quando você passar por maus momentos terá em que se firmar."
Então vamos ter mais momentos bons nas lembranças. E os ruins?! Simples, se for importante guarde se quiser, se não for apenas deixe passar.
Eu fui uma dessas pessoas que se preocupava demais com assuntos passados, machuquei pessoas que amo por causa disso. Conclui em um dia muito turbulento que não adianta sofrer duas vezes pela mesma coisa, o que passou, passou.
Se quer mudar, mude pra melhor e seja agradável, as possibilidades de ganhos de felicidade duplicam.